The Walking Dead: Say Yes (s07e12)

O décimo segundo episódio de TWD chega com muitos zumbis, amorzinho e mais um chromakey-quero ser SyFy. Sim, minha gente, eles estão enrolando e isso não é novidade nenhuma, mas essa temporada eles estão abusando da paciência dos fãs. Fazer uma encheção de linguiça até faz parte de muitos shows, mas nosso querido seriado tem utilizado isso como regra e não está pegando bem.

*Contém Spoilers

Foi fofo ver Michonne e Rick juntos, ele deixou bem claro que estava precisando daqueles momentos de um pouco de paz e amor. Tudo bem, entendemos, mas os produtores abusam da nossa paciência e entendimento quando começa a colocar uma chantagem psicológica barata naquele papinho de “estou te devendo um cervo”, daí enfia um chromakey horrível, que faz até minha mãe que não entende lhufas disso ficaria envergonhada. E se não bastasse uma fez, fazem isso duas e acrescentam aquela situação ridícula dos zumbis comendo o cervo para que a Michonne pensasse que era o Rick e descobrisse que não pode viver sem ele. Oi? Jura que vão fazer isso com a Michonne também? Não basta terem enfraquecido Carol, agora esse excesso de sentimentalismo por parte da rainha da espada samurai. Não, gente, pode parar. Além disso, tivemos o achado divino. Sim, porque um lugar repleto de alimentos e armas, tão próximo e totalmente intacto, só pode ser divino e lógico que deus é Team Rick. Fim das férias românticas, eles vão lá cumprir a parte deles e entregar as armas, mas a loirinha franja curta não se dá por satisfeita e quer mais, muito mais. E aí entra mais uma encheção patética. Aquele vinte, dez, cinco e o gato (sério, mesmo?).

E pra fechar com chave de ouro, tivemos Rosita, que está se tornando insuportavelmente insuportável. Ela já fez besteira uma vez, mas não aprendeu nada e lá vai ela fazer lambança novamente e dessa vez ela conta com a Sasha, sua BFF (só que não). Que também já teve seus momentos chatérrimos na série e parece querer voltar aos velhos chatos tempos. E pra complicar a coisa, colocam Tara prestes a contar sobre Oceanside. Inacreditável. Ela se manteve íntegra até o momento, cresceu no conceito de muita gente, mostrando que ainda é possível ser leal em um mundo apocalíptico e por causa de um ataquezinho histérico de Rosita ela vai mudar de ideia? Hey seus produtores, parem de estragar os personagens. Se já não bastasse a enrolação, agora deram pra estragar os personagens. Parece que cansaram de produzir a série e estão fazendo de tudo para perder fãs e assim o estúdio ter motivo para cancelar o show. The Walking Dead ainda pode melhorar. Eu acredito!

Notinhas

  • A Michonne fabulosa quando sorri;
  • A Judith foi a melhor imagem desse episódio. Ela está uma criança lindíssima e fofa;
  • Carl, simplesmente sumiu, né? Fez a caca de ir visitar o Negan, tomou umas sacudidas e sumiu;
  • A Rosita além de não se cansar de fazer bobagens, teima em querer colocar a culpa em terceiros. Dessa vez foi o Padre Gabriel o culpado. Tá certo que não gosto muito do padreco, mas, o mérito da burrada é totalmente de Rosita;
  • Vai lá Sasha, vai mexer no vespeiro sem preparo e roupa adequada. Parece aqueles metidos a eletricista ou encanador que acaba tomando choque ou estourando um cano. Essas são Rosita e Sasha.

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.