Twin Peaks. Surpreenda-se.

Twin Peaks é um daqueles seriados que você se pergunta: como fiquei tanto tempo sem conhecer essa série? Mas ao mesmo tempo, isso não tem grande importância, porque você aprecia tanto que não consegue parar de assistir.

Depois de ler algumas pessoas comentando sobre o seriado no twitter, fiquei curiosa para saber que seriado era esse, afinal eu não havia ouvido falar de nenhum seriado novo com esse nome. Para minha surpresa o seriado já era antigo (década de 1990) e tinha uma temática que me agrada muito. Pesquisando um pouquinho mais descobri algo, que definitivamente, me fez querer muito assistir o seriado: um dos seus criadores é nada mais nada menos que David Lynch (Blue Velvet, Mulholland Dr., entre outros). Como grande fã do trabalho de Lynch, eu não poderia deixar de conferir.

O seriado  é um drama americano, que conta a história do brutal assassinato de uma adolescente de uma pequena cidade do interior. O agente do FBI Dale Cooper é designado para descobrir quem é o assassino da jovem Laura Palmer. Até aí a história parece ser apenas mais uma série que envolve assassinato e mistério, mas se engana quem subestima a série pela sua temática recorrente. Twin Peaks contém elementos que te prendem do início ao fim de cada episódio. Seus personagens são excêntricos e contam com um time ótimo de atores e sua trama é absolutamente instigante e misteriosa. Ao longo de todo o seriado, a presença de David Lynch é notada, pelo menos na primeira temporada (ainda não cheguei na segunda). E por falar em primeira temporada, seu final é surpreendente e chocante. Estou ansiosa para iniciar a segunda e infelizmente última temporada.

Twin Peaks é tudo o que Happy Town queria e tentou ser, mas nem de longe conseguiu 😉

Seriado mais do que recomendado, é obrigatório a todos que gostam de uma ótima história de morte e mistério.

Notinhas:

Fiquei com uma vontade imensa de comer Apple Pie ou alguma dessas tortas (cherry pie, blueberry pie, etc), por causa do seriado;

O xerife me lembrou um pouco o Marcos Frota na década de 80. Não sei exatamente o que, talvez o olhar;

O que são os sonhos do agente do FBI? Totalmente maluco;

E a recepcionista da delegacia? Inteligência? Oi?

É um personagem mais excêntrico que o outro, a começar pela mulher de tapa-olho.

São tantas as notas, que acho melhor o leitor conferir e degustar cada uma delas por si.

2 Responses to Twin Peaks. Surpreenda-se.

  1. João Carlos says:

    A CENA MAIS EMBLEMÁTICA DO SERIADA ACONTECE NA CHEGADO DO AGENTE DO FBI. ELE É RECEBIDO COM ROSAS AZUIS QUE SIMBOLIZAM O IMPOSSÍVEL!!

  2. João Carlos says:

    A CENA MAIS EMBLEMÁTICA DO SERIADO ACONTECE NA CHEGADO DO AGENTE DO FBI. ELE É RECEBIDO COM ROSAS AZUIS QUE SIMBOLIZAM O IMPOSSÍVEL!!

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.