The Walking Dead – The Big Scary U (s08e05)

Apareceu a margarida. Depois de quatro episódios de espera, finalmente tivemos Negan, muito Negan nesse quinto episódio. Isso não quer dizer que foi um ótimo episódio – apesar de que poderia. O mais impressionante desse episódio é que ele não nos leva a quase lugar nenhum. A forma da história ser contada mudou nessa oitava temporada, mas continua se perdendo nos diálogos pretensiosos e que geralmente são rasos e apenas tomam tempo. Conversas são importantes para nos orientar na trama, óbvio, porém elas devem realmente nos levar a algum lugar e não nos dar sono. Infelizmente assim foi o diálogo de Negan e Padre Gabriel.

*Contém Spoilers

Lógico que eles estão vivos, você não esperava que Negan tivesse morrido pelas covardes mãos do padre, né? Facilmente e como esperado Negan desarma o padre e logo o questiona sobre sua atitude de salvar o traidor, hipócrita e covarde do Gregory. Acho que foi uma das coisas mais inteligentes desse episódio, afinal, remeteu bem ao sentimento da maioria. Porque diabos ele parou para ajudar aquele cara. A resposta faz tanto sentindo quanto ele, nenhum. Novamente tivemos mais do mesmo, muito blablabla e as únicas coisas relevantes foram: Padre Gabriel, como já sabemos, foi covarde mor quando tudo começou e deixou toda sua congregação pra fora da igreja e Negan tinha uma esposa a qual ele traía – e aquela carinha de safadão engana alguém? – ele viu ela se transformar e não teve coragem de matá-la. Eh? Sinceramente, não tinha nada melhor para revelarem não? Caramba o cara é o vilão master e tudo que descobrimos é que ele tinha uma esposa e era infiel? Aff! Ah! não vamos esquecer do melhor momento Negan/Gabriel, que é quando Negan dá um soco na cara do padre após o mesmo dizer que aceitava a confissão dele.

 

Vimos também o que Negan estava fazendo quando Rick e sua trupe chegou apavorando. Reunião. Ah essas reuniões de trabalho…Aliás reunião foi o que mais teve nesse episódio. Teve a reunião pré batalha, teve a reunião no meio da batalha e teve a reunião pós retorno do chefe. Tudo isso no mesmo dia. A ordem cronológica está fora de ordem então nossa percepção de tempo também acaba mudando um pouco, mas parece que tudo que vimos até o momento aconteceu no mesmo dia. E apesar de todas essas reuniões, não acrescentou muita coisa ao projeto, não é mesmo? Assim como quase todas as inúmeras e longas reuniões corporativas. Vimos Gregory e Simon numa conversinha furada, aliás que grande desperdício de atuação, Steven Ogg é um ator muito bom, consegue fazer você odiá-lo com toda aquela falsa simpatia e show de ironias, podiam caprichar mais nas falas do personagem. Voltando aos Salvadores, bem, eles desconfiaram do Eugene, outra obviedade do episódio e Eugene por sua vez, sem querer descobriu que Dwight está envolvido nessa emboscada contra os Salvadores. Ainda não revelou nada, mas conhecendo Eugene do jeito que conhecemos, se o dele estiver na reta, não hesitará. Continuando na saga geniozinho covarde, ele vai até a cela onde o padreco está preso para dar as “boas vindas” e encontra o Gabriel suando e aparentemente bem mal, ao que tudo indica ele foi mordido ou arranhado pelos zumbis em sua fuga do trailer com Negan. Aliás o padre conseguiu atrapalhar mais que ajudar. Não só deixou Greg sair fora ileso como ajudou o maior inimigo do seus amigos a voltar para seu QG.

Enquanto isso Rick e Daryl estão tentando colocar os pingos nos is e acabam com uma luta corporal e a perda dos explosivos que tanto queriam. No terceiro episódio vimos outros membros brigando entre si, quando Morgan e Jesus discordaram exatamente pelo mesmo ponto: matar todos sem hesitar ou tentar salvar os membros de menor calibre. E tivemos também o início da rusga entre Rick e Daryl, quando um Salvador passa a informação para Rick acreditando que sua vida seria poupada conforme promessa de Rick e Daryl foi lá e meteu bala no rapaz. Ali já vimos que Rick ficou extremamente desconfortável com a situação, mas acabou não levando isso até o final. Sabemos que os incômodos não passam apenas por ignorá-los e isso virá a tona a qualquer momento e foi isso que aconteceu em Big Scary U. Até que foi interessante ver dois personagens tão amigos e fortes batendo de frente, mas ao mesmo tempo deixou a impressão que o pessoal de Alexandria, Hilltop e Reino são um bando de crianças grandes ao tempo que o Santuário é realmente uma comunidade que tem regras bem definidas e cumpridas, um chefe respeitado em todas as instâncias e sub chefes que sabem bem o que o chefe quer e tentam colocar isso em ação, mesmo que não tenham tanto êxito quanto o chefão. A comparação que podemos fazer é como se as três comunidades irmãs fossem uma escola ou uma micro empresa e os Salvadores uma empresa multinacional. Notem que não estou julgando certo ou errado, apenas fazendo uma analogia. Seja como for ainda temos muito pela frente e essa desordem psicológica e pessoal das três comunidades pode atrapalhar muito eles.

Notinhas

  • Vimos algumas questões que podem ser decisivas, tais como:

Eugene irá ajudar o Padre Gabriel em seu pedido para mandar o médico de volta a Hilltop afim de ajudar Maggie e consequentemente se aliar a Dwight ou ele irá se abraçar em sua covardia e entregar tudo de bandeja para Negan na esperança de conseguir sobreviver e se dar bem? Eugene é um grande ponto de interrogação, dali podemos esperar tudo e essa imprevisibilidade faz o personagem que tinha tudo para ser o mais maçante de todos se tornar bastante interessante e até mesmo decisivo. É como aquele tipo de engrenagem que não vemos ou parece insignificante mas o mau funcionamento dela pode afetar e até parar o funcionamento de uma máquina;

Conseguirá Rick continuar sua liderança até o fim da guerra e os fazer vencer? Até onde esses descontroles e incompatibilidades de Rick, Daryl, Morgan, Jesus, Carol e Ezequiel vão e como isso afetará a grande batalha que estão enfrentando?

Aquele helicóptero e a pessoa espiando Rick no final da temporada são do lado amigo ou inimigo? Alguma nova comunidade que desconhecemos? O que querem, porque e do que se alimentam? A seguir no próximo episódio de Globo Reporter ou não.

  • Negan revelou que os Salvadores são chamados dessa forma pois eles matam um para salvar outros – “You kill one you can be saving hundreds more. And that’s what we’re all about. We save people!” – bonzinhos, não?
  • Se se enrolar e ficar com cheiro podre de zumbi faz eles te confundirem porque diabos não usam essa tática mais vezes?
  • Adorei o detalhe da mesa cheia de furinhos feitos pela Lucile 😉

*E aí o que está achando da oitava temporada até o momento?

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.