Ozark – primeiras impressões

Apenas um casal entediado de Chicago e eles mesmo vão deixar isso bem claro pra vocês. Ele um consultor financeiro e ela uma dona de casa, mãe de uma adolescente e um pré adolescente. Nada de novo no front, correto? Errado. O primeiro episódio já te entrega de bandeja o plot do seriado, não se preocupe em ler nas entrelinhas, não será necessário. Porém isso não torna o seriado menos interessante. Pelo contrário, mesmo sabendo que Marty (Jason Bateman) e sua linda e não tão inocente esposa, Wendy (Laura Linney), terão que carregar os filhos para Ozark, uma cidadezinha no meio do Missouri, por conta de um acordo com Del (Esai Morales), chefão de um poderoso cartel. O interesse só aumenta, assim como todo o emaranhado de mentiras e acordos que eles irão se envolver.

Muitos estão comparando Ozark com Breaking Bad, porém salvo o envolvimento com o narcotráfico e a passividade inicial de Marty, poucas coisas podem ser comparadas entre as séries. Ozark ainda é um bebê, primeira temporada e tem potencial, porém, Breaking Bad é um seriado incomparável. Duvido muito que alguma série com a mesma temática consiga chegar tão perto a ponto de ser tão boa quanto. Quem sabe podemos dizer que Ozark é uma mistura de Breaking Bad com Arrested Development :p

Vale a pena assistir Ozark, mas, diminua suas expectativas. É um seriado bom, mas longe de ser comparável à Breaking Bad ou mesmo a um Poderoso Chefão.

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.