O mistério do cancelamento de Fringe continua na quarta temporada

A série continua com bons episódios, audiência fraca e destino incerto. Fringe está no décimo segundo episódio dos vinte e dois da quarta temporada e seu destino ainda é incerto. A Fox quer a redução de uma determinada taxa que a Warner Bros cobra por cada episódio e isso ainda não foi definido. A existência de uma quinta temporada depende bastante dessa redução. Isso foi noticiado em janeiro pela TVLine, após uma entrevista que o presidente da Fox,  Kevin Reilly, concedeu aos jornalistas. O relógio está correndo e até o momento nenhum anúncio de renovação ou cancelamento foi feito. Resta a nós fãs, torcer e enquanto isso nos deliciarmos com os episódios da quarta temporada.

Welcome home to Westfield

O último episódio “Welcome to Westfield” (s04e12), foi deliciosamente estranho e lembrou um pouquinho o filme Feitiço do Tempo (Groundhog Day), que aliás é um excelente filme. Os agentes da divisão Fringe são chamados para investigar um caso e por conta do desejo de comer torta de Ruibarbo (não, eu nunca comi isso) do Walter eles acabam presos numa cidade. No entanto o que mais fascina é que o episódio é extremamento complexo e traz a tona o melhor da série. Aquela sensação de que você acha que sabe alguma coisa e percebe que não sabe nada, que em Fringe tudo ou nada pode acontecer e mudar drasticamente aquilo que é dado como certo num determinado momento. São esses episódios, repletos de informações importante a serem absorvidas, cheios de teorias físicas e matemáticas e que percebo que sou bem ruim nessas matérias, mas que elas me atraem muito e talvez justamente por isso a série seja tão boa e confusamente atraente.

As confusões mentais de Olivia e Walter nesse episódio podem não ser memórias que estejam vindo a tona e sim uma parte de um outro universo que está se integrando a esse, fazendo com que a Olivia e o Walter deste universo estejam se fundindo à Olivia e ao Walter do outro universo. Culpa do tal David Robert Jones, ou não. Seja como for, se eu tivesse lá e as pessoas dependessem dos meus conhecimentos matemáticos/físicos estaríamos todos mortos. Ainda bem que o mundo não depende disso. Ufa!

As coisas estão ficando boas e só torço para que a série seja renovada. Salve Fringe!!!

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.