Colony – Primeira temporada

Colony

A série traz um ex Lost, Josh Holloway (Sawyer),uma ex The Walking Dead Sarah Wayne Callies (Lori) e um dos produtores é também um dos criadores envolvidos em Lost, Carlton Cuse. A proposta envolve invasão alienígena, zonas de segurança, politicagem, alguns rebeldes e algum mistério. Fórmula pronta? De certa forma sim, mas exatamente por isso tiveram que se esforçar muito para fazer dar certo e pode apostar que todos os envolvidos estão unidos por essa causa.

A história se passa numa Los Angeles uns anos a frente, que foi invadida e um novo tipo de governo foi estabelecido. Quem são os invasores e o que eles pretendem são um mistério até boa parte do seriado, que acaba revelando aos poucos, juntamente com quem são os personagens e por quem iremos torcer. Afinal, sempre criamos uma empatia por determinados personagens e acabamos torcendo por eles, mesmo que não estejam assim tão certos. Em Colony, vemos uma família que se vê na divisão entre levar uma vida controlada, sem sobressaltos, mas de certa forma escravizada e por outro lado uma vida crítica, contra imposição e falsa normalidade.

Colony 1

A série faz de forma metafórica uma reflexão do nosso mundo. A resistência contra invasores, que nos leva a casos de países atualmente invadidos e “protegidos”, como alguns da África e Oriente Médio, onde os próprios americanos são os “protetores”. Não é a toa que o escritor, mestre do terror, Stephen King, chamou Colony de subversiva.

Colony trabalha mais com o mistério em torno dos invasores, o que, particularmente, acho uma aposta bem certeira. Naves gigantescas cruzando os céus, seres alienígenas de formas e comportamento padrão tiram o prazer do desconhecido, do mistério de saber quem é o verdadeiro inimigo. Eles são tão “maus” assim? Ou seriam, novamente, os humanos distorcendo as coisas e criando mais caos, injustiças e desnivelamentos? São perguntas perfeitamente válidas e que servem também para nos avaliarmos.

O medo de que pudesse ser “mais um Lost”, não se valida. Cuse foi muito cuidadoso e conseguiu distanciar bastante a série, apesar da presença e do visual desleixado, naquele misto de macho alfa com menino a ser protegido de Josh Holloway.

Colony é uma série que não foi tão bem recebida ou mesmo divulgada pelos fãs, mas foi pela crítica, tanto que ganhou uma segunda temporada. E aí, afinal, vale mesmo a pena assistir? Sim, vale a pena assistir.

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.